Cosmo L. Franco


Um pequeno grande homem

A paixão de Cosmo L.Franco pelas coisas pequenas surgiu na mais tenra idade, quando, aos oito anos, já construía carrinhos com palitos de fósforo e colares e capachos com tampinhas de cerveja.

Apesar de sua paixão pelo minúsculo, nosso colunista, homem grande, de 1,88 metro de altura, e 99 quilos, formou-se em engenharia mecânica na Albânia e passou boa parte dos seus 32 anos se aperfeiçoando no célebre Blindzieg Institute, de Zechgelage, Alemanha, que já deu nada menos que 14 prêmios Nobel.

Foi lá que, sob a influência do cientista e professor Karlheinz Radieschen, Cosmo se especializou em miniaturas e foi escolhido como “o mais promissor formando do ano”. A escolha se justificou quando, aos 26 anos, ganhou o Prêmio Rausch concedido a sua maquete de cerca de 300 metros, representando em todos os pormenores a batalha da Montanha Hinterbacke, travada entre prussianos e russos em 1911.

Depois de 34 prêmios internacionais e dezenas de honrarias de 18 países, ele voltou ao Brasil e se especializou na criação de maquetes para empresas imobiliárias e em miniaturas de brinquedos infantis.

Seus trabalhos, seus prêmios e sua criatividade chamaram a atenção da arquiteta Clarabela Maria Ferrão, filha do fundador do SacolãoBrasil, com quem se casou e o incentivou a lançar a coluna Micro Cosmo, a quinta mais lida do jornal.

Edição 001
Dicas certas para gastar pouco
Edição 003
Pechinchas que estão na rua
Edição 010
Matemática e realidade brasileira
Edição 016
Enfrente a grande crise com armas pequenas
Edição 023
Vamos todos fazer sacrifícios pelo Brasil!
Edição 029
O futuro vem aí, e será bem menor
Edição 042
Quando o pequeno se torna grande no lado social
Edição 053
Grandes dicas para salários menores
Edição 062
Cuidado com as malditas florzinhas
Edição 069
A lição que está nas pequeninas coisas
Edição 075
Pesquisando pelas ruas, como o povo
Edição 081 A bíblia das pequeninas coisas
Edição 095 Dicas para enfrentar a crise
Edição 102 Amostras e brindes contra a crise