ANO I NÚMERO 11

O TEXTO DO SITE É OBRA DE FICÇÃO. QUALQUER SEMELHANÇA
COM PESSOAS E ACONTECIMENTOS REAIS É MERA COINCIDÊNCIA.

2006© - Ao Pé da Letra Jornalismo
Projeto Gráfico: i propaganda
(Site melhor visualizado na resolução 800x600)

EXCLUSIVO!
Passei a minha
lua-de-mel no
Afeganistão!

O.W.B.J.Ferrão, diretor do SacolãoBrasil,
conta os horrores
que enfrentou.

Nossa primeira escolha era passar a lua-de-mel na Inglaterra, juntando prazer e negócios, já que tenho lá muitos amigos e interesses comerciais. Além disso, eu pretendia visitar na Escócia um
ex-sócio meu, Lorde Carsphairn, em cujo castelo, entre outros, existe um tesouro sem preço: uísques de

200 anos.
Acontece que minha mulher, Samira, tinha outra idéia. Queria
visitar uma velha e
querida amiga, Tatta
Ibra, uma dançarina e
figurinista que conheceu
em Honolulu anos atrás,
e que agora mora em
Mardan, no Paquistão. Então, como presente
de casamento a ela,
decidi mudar meu
itinerário. Mal podia
imaginar o terror que
nos esperava. (segue)


Eu e minha mulher
numa foto feita por um mascate em Cabul.


Prostitutas querem ter o seu sindicato
Inspiradas em suas
colegas da Holanda,
que anunciaram no
começo do mês a fundação de um sindicato,
que deverá se tornar
realidade no ano que vem,
cerca de 200 prostitutas
de São Paulo e
do Rio se reuniram a semana passada no Resort Easy Life, litoral fluminense, para anunciar que farão o mesmo no Brasil. Tendo como porta-voz Tânya Elizabette, que assina no SacolãoBrasil a coluna Calçadas da Vida, a
primeira em toda a
imprensa mundial sobre
o assunto, elas disseram
que o objetivo do
sindicato é defender os
direitos de cerca de
2 milhões de prostitutas
brasileiras. (segue)