ANO I NÚMERO 12

O TEXTO DO SITE É OBRA DE FICÇÃO. QUALQUER SEMELHANÇA
COM PESSOAS E ACONTECIMENTOS REAIS É MERA COINCIDÊNCIA.

2006© - Ao Pé da Letra Jornalismo
Projeto Gráfico: i propaganda
(Site melhor visualizado na resolução 800x600)

Bailarina brasileira foi
amante de Bin Laden

Por Anthony Charles Carpi
Exclusivo para o SacolãoBrasil na América Latina
EXCLUSIVO!
As confissões da ex-bailarina brasileira Maria das Graças Aymé, conhecida agora em Paris como "A Papoula", desde o seu regresso amargo do Afeganistão, no final de outubro deste ano , seu empenho para libertar-se do vício do ópio, como ingressou no grande mundo da moda pelas mãos de uma princesa iraniana exilada, que
acaba de falecer e o incrível relato de seu caso amoroso com o homem mais procurado e odiado do mundo. Tudo será contado aqui agora, no que se pode chamar de um "furo" internacional. Este é o primeiro capítulo de seu diário, onde ela relata como viu pela primeira vez Bin Laden no pub do Hotel Ritz. Aconteceu nos anos 80. (segue)

Maria das Graças Aymé com Bin Laden num dos seus esconderijos
O cruel Gêngis Khan era gay, garante historiador