ANO IV NÚMERO 38

O TEXTO DO SITE É OBRA DE FICÇÃO. QUALQUER SEMELHANÇA
COM PESSOAS E ACONTECIMENTOS REAIS É MERA COINCIDÊNCIA.

2006© - Ao Pé da Letra Jornalismo
Projeto Gráfico: i propaganda
(Site melhor visualizado na resolução 800x600)

Sacolão é o primeiro no Brasil
a ter participação estrangeira
Ferrão e o xeque Harr assinaram acordo pioneiro na mídia brasileira

Therezinha B. Fatira
da nossa Equipe B de Freelancers

Um acordo entre o SacolãoBrasil e a multinacional Arabian Nights Partnership Media Corporation, com sede
em Trípoli, na Líbia, faz
do jornal o primeiro no

país a contar com a participação estrangeira
em seu capital. A lei brasileira permite o investimento estrangeiro
na proporção de até um terço, ou exatamente 33,33% das ações com direito a voto, na

composição da empresa. Assinado anteontem entre o diretor do jornal, O.B.J.Ferrão, e o xeque Omar El Sharif Nouqoud Harr, presidente da empresa líbia, o acordo
é da ordem de
US$ 380,000. (segue)

Historiador conta
como era a higiene
500 anos atrás

Donald Bagnocaldo
Agência Dull Men,
Washington, EUA

Quando você toma
banho ou lava as mãos
e se queixa que falta
água, que está fria ou quente demais, tente imaginar como era a higiene séculos atrás.
Por exemplo, em 1500, na Europa, especialmente na Inglaterra. De acordo com o historiador britânico Sam Bali,
a vida diária era levada
de acordo com as necessidades e segundo os meios disponíveis
na época. "Um horror!", ele garante. "As pessoas se casavam em junho porque haviam tomado um banho em maio e ainda cheiravam bem no começo do mês seguinte", conta Bali. (segue)

"Virgens no Lago", uma das fotos do livro de Bali