ANO IV NÚMERO 45

O TEXTO DO SITE É OBRA DE FICÇÃO. QUALQUER SEMELHANÇA
COM PESSOAS E ACONTECIMENTOS REAIS É MERA COINCIDÊNCIA.

2006© - Ao Pé da Letra Jornalismo
Projeto Gráfico: i propaganda
(Site melhor visualizado na resolução 800x600)

Bairro pobre da periferia espera há
10 anos pelas máquinas de lavar roupa que vereador prometeu

Anestor Gouveia
do Caderno All Diet

As 150 famílias que moram próximas da pedreira do Dioguinho, no Jardim das Violetas, bairro pobre da zona leste, já se cansaram de cobrar as 40 máquinas de lavar roupa prometidas há 10 dez anos pelo vereador Jovenal do Patrocínio Caneiro. Reeleito várias vezes,
“Zé das Violetas”, como é conhecido no bairro, desaparece por vários anos,depois de se reeleger, e sempre reaparece em época de eleição, em busca de votos, segundo os moradores.
Wilma Maria de Lima, uma das líderes do bairro, promete que, desta vez, o vereador não vai conseguir um só voto na região e, se der tempo, irá pessoalmente com amigas percorrer os bairros vizinhos para contar quem é e desmascarar o homem.

“Ocupado com quê?”

“Ele apareceu por aqui anos atrás, era pobre como a gente. Depois de eleito com os nossos votos, começou a vir de carro, bem vestido, junto de gente esquisita e de cara feia”, revela Wilma. “Um grupo aqui do Jardim das Violetas foi várias vezes na Câmara tentar falar com ele, mas sempre diziam que o vereador es-tava ocupado e não podia receber ninguém. Ocupado com quê? Só se for fazendo tramóia”. (segue)

Desde 1994, os moradores do Jardim das Violetas
lavam a roupa num poço cavado na pedreira.
Caminhoneira diz que estradas ruins e políticos são as maiores ameaças
Kátia está na estrada há 7 anos e percorre 5 mil quilômetros por semana

Tatiane Vaiolo
Enviada especial ao Centro-Oeste

Kátia Aparecida Liebling, uma bela caminhoneira de 29 anos, que está na profissão há sete anos,
percorre mais de cinco mil quilômetros por semana e enfrenta não poucos perigos diariamente nas estradas da região
Centro-Oeste. (segue)
Em dúvida para o
segundo turno?