ANO XI NÚMERO 122

O TEXTO DO SITE É OBRA DE FICÇÃO. QUALQUER SEMELHANÇA
COM PESSOAS E ACONTECIMENTOS REAIS É MERA COINCIDÊNCIA.

2011© - Ao Pé da Letra Jornalismo
Projeto Gráfico: i propaganda
(Site melhor visualizado na resolução 800x600)

A popular cortina Psicose,
a toalha sexy e Doccia numa reunião no escritório

dono de uma pequena
loja de cortinas para
banheiro num bairro
afastado de Belo
Horizonte. Mas o ne-
gócio não ia bem, o
amigo não podia
ajudar e o jeito foi
arranjar empregos

Ecos do Carnaval

Editor do Sacolão é premiado no exterior

Quando chegou ao
Brasil, em 1989, o
italiano Giulio Doccia
não sabia o que fazer
para sobreviver. Sua
única esperança era
um amigo, Domenico,

temporários.
Doccia havia perdido
seu bem remunerado
cargo de assistente de
direção nos estúdios
cinematográficos de
Cinecittá, em 1988,
e decidiu tentar a sor-
te no Brasil. (segue)

Assassinato e sexo
fazem sucesso no banheiro

Por Alfredo Richiecock
Caderno Novidades

O editor-chefe do
SacolãoBrasil,
Castor Jr., tirou o
primeiro lugar no
célebre concurso de
fantasias “Alegría
Caribeña”, que todos
os anos se realiza
em Ocho Rios. De férias na Jamaica,
durante o carnaval,
Castor e a mulher,
Florinda, seinscre-
veram no concurso, que contou com 350 concorrentes de
vários países.
Com a fantasia
Pirata de Tortuga

ele foi eleito o melhor por unanimidade.
Florinda, como La
Bruja del Abismo
,
não foi classificada.
O Brasil de Nicolielo