ANO XII NÚMERO 141

O TEXTO DO SITE É OBRA DE FICÇÃO. QUALQUER SEMELHANÇA
COM PESSOAS E ACONTECIMENTOS REAIS É MERA COINCIDÊNCIA.

2012© - Ao Pé da Letra Jornalismo
Projeto Gráfico: i propaganda
(Site melhor visualizado na resolução 800x600)

 

Por Guido Etti

Caderno Na Cozinha

Preço extorsivo faz o tomate
proibitivo para acertar políticos

Gumercindo (esquerda) e foto da batalha do tomate em comício do PTP na eleição passada.

Turismo e política em Brasília

Candidatos apelaram a tudo
e a todos para ganhar eleitor

Os produtores de
tomate temem que
outubro seja o pior
dos últimos oito anos.
Nos bons tempos, as
vendas do mês
atingiam altos níveis,
principalmente na

Por Mariana Strix

do Crendices e Verdades

Candidato Pereira (acima) pediu
ajuda a todo mundo: das mães
de santo ao Padre Cícero

época das eleições,
quando os partidos
compravam caixas
e mais caixas de
tomate para jogar
uns nos outros.
A queda acentuada
nas vendas tem um
motivo: o alto preço
dos tomates.

Paulo Gumercindo,
produtor, no Espírito
Santo, entre os maio-
res exportadores de
tomate do Brasil, é
um dos mais preo-
cupados com a queda
nas vendas, e explica
o que acontece.
(segue)

Claudionor Pereira,
candidato a vereador
em Salvador, garante
que não desiste, mes-
mo sendo a terceira
vez que tentou ser
eleito. E diz que ago-
ra tem alguns trunfos
que não usou antes,
entre eles, consultar
pais e mães de santo,
visitas ao Senhor do
Bonfim e até uma
romaria a Juazeiro
do Norte, no Ceará,

para pedir ajuda ao
Padre Cícero.
“Estou bem protegi-
do e com um apoio
tão forte como esse
confio em ser eleito
desta vez”, acredita.
Pereira é apenas um
entre centenas de
candidatos que
apelaram a tudo e a
todos para conseguir
a vitória nas eleições,
embora os primeiros
resultados das urnas
não sejam lá muito
animadores. (segue)