ANO XIII NÚMERO 148

O TEXTO DO SITE É OBRA DE FICÇÃO. QUALQUER SEMELHANÇA
COM PESSOAS E ACONTECIMENTOS REAIS É MERA COINCIDÊNCIA.

2013© - Ao Pé da Letra Jornalismo
Projeto Gráfico: i propaganda
(Site melhor visualizado na resolução 800x600)

 

Por Helga Nonne

 

Violência chega ao convento e obriga freiras a pegar em armas

Apesar de sorridentes, as freiras estão preparadas para enfrentar a violência

Nicolielo em São Paulo

Carros da polícia
parados dentro do
jardim do Convento
Nosso Céu chamaram
a atenção de quem
passava na rua.
Muitos foram per-
guntar o que estava
acontecendo e a
resposta era uma só:
”não sabemos, só a

Portugal põe nomes de corruptos nas placas de rua

A população da cidade
de Fontainhas criou
um jeito novo e ines-
perado de denunciar
os políticos corruptos:
colocou o nome deles
em placas e instalou-
-as clandestinamente
em várias ruas. Até
agora, 25 delas foram
localizadas. (segue)

Depois da placa, Isaltino foi derrotado em duas eleições

Por Manuel Cidade

de Lisboa

madre diretora pode
informar”.
Nossa reportagem,
avisada por um vizi-
nho do convento, foi
até lá e, após muita
dificuldade para
entrar, conversou
com a superiora,
Madre Clemenciana. Ainda nervosa, pres-
tando informações
ao delegado, ela

contou que as freiras
vivem assustadas
há várias semanas,
após três tentativas
de roubo, uma delas
quando a Irmã
Evangelina foi rendi-
da na secretaria a
semana passada por
um ladrão mascarado,
que fugiu com uma
cesta de pães e dois
litros de leite. (segue)