Bolsa despenca e
corretor também

As coisas já não andavam bem na Bolsa, e então, o escândalo da carne complicou mais ainda. Ações dos frigoríficos despencaram e todo mundo perdeu, empresários, investidores e corretores. Muitos, como o corretor Fred Bourse sofreram na própria carne (sem trocadilho) um terrível choque.

Ele estava em vias de fechar um vultoso negócio relacionado a frigoríficos, mas a caminho da Bolsa de São Paulo soube pelo celular que a Polícia Federal havia desencadeado uma operação em todo o país contra empresas que adulteravam as carnes criminosamente.

“De imediato percebi todas as consequências e desdobramentos da notícia e entendi que meu negócio de milhares de reais estava perdido”, ele diz. “Minhas pernas fraquejaram e despenquei no chão”. Fred relembra que um fotógrafo estava por perto e no dia seguinte, surpreso, viu sua foto em vários jornais sentado no meio da rua.

Ele lamenta ainda que o episódio foi duplamente desastroso. Primeiro, claro, pelo negócio perdido, depois, porque sua imagem como corretor respeitado e premiado foi abalada. Ainda assim, juntou um pouco de humor e comentou: “Marvada carne!”.